O Projeto (Multi) Patrimônio
"De uma vida inteira, o projeto para a vida"

Objetivo: Contribuir para a Catalogação, Valorização, Promoção e Gestão Adequada do Patrimônio Cultural  

O projecto principal “Heritage” nasceu no início dos anos noventa a partir de uma ideia de Ignazio Caloggero, ao longo do tempo foi estruturado em vários ramos e está actualmente a ser desenvolvido através dos seguintes projectos temáticos (para detalhes e o andamento dos projectos individuais ver ver os links associados:

1) Projeto Heritage 4.0: Do Acesso ao Arquivo Semântico através de Itinerários Vivenciais

Fases do Projeto Heritage 4.0 (resumo)

  1. Arquivo do Patrimônio 3.0: Lançamento do primeiro Multiarquivo do Património Cultural "Património", composto por uma centena de arquivos temáticos e territoriais integrados entre si contendo os bens do Património Cultural Material e Imaterial da Sicília e MaltaEsta fase, iniciada em 1995, conduziu atualmente à catalogação e georreferenciação de mais de 13.000 mil bens culturais tangíveis e intangíveis.
  2. Arquivo Heritage 3.0 Plus: Esta atividade, iniciada em 2020, está atualmente em desenvolvimento e implementação
    • Guias de áudio: Integração de guias de áudio
    • Mídia de vídeo: Integrações de vídeos de mídias sociais (Youtube)
    • QR-Code: Inserção de QR-Code nos cartões de arquivo
    • Criações de mini-guias para download criadas com QR-Code.
    • “Arquivo QR para Navegação Acessível”: Criação de QR-Codes para cegos. Esses códigos, uma vez escaneados, levam a páginas da web com conteúdo de áudio específico
  3. Caminhos Antigos e Itinerários Históricos da Sicília: Integração do Arquivo com o projeto “Caminhos Antigos e Itinerários Históricos da Sicília”. Fase iniciada em 2020 e em constante evolução.
  4. Itinerários experienciais: Desenvolvimento de Roteiros Turísticos assentes numa abordagem holística de valorização do território, seguindo os princípios experienciais e de Interpretação do Património. Os primeiros itinerários serão publicados no início de 2024.
  5. Patrimônio 4.0: Criação de um Arquivo Semântico, que integra o arquivo existente com Inteligência Artificial semântica. Isto permitirá uma melhoria na procura de informação e na geração automática de itinerários holísticos. Será possível consultar o Arquivo do Patrimônio por meio de texto e voz, superando os limites dos metadados atuais (categorias e hashtags). A fase de testes está em andamento, com expectativa de publicação do primeiro protótipo até o final de 2024.

Link de referência:  https://www.lasiciliainrete.it/progetto-heritage-4-0-da-access-allarchivio-semantico/

2) Quadro de Competências em Turismo, Artes e Património Cultural: "Quadro de Competências em Turismo, Artes e Património (TAH-CF)"

O Quadro de Referência das Competências Exigidas e Aplicadas no Sector do Turismo, Artes e Património Cultural, denominado Estrutura de Competências em Turismo, Artes e Patrimônio (TAH-CF) é constituído pelas competências exigidas, com especial referência às profissões intelectuais e altamente especializadas nos setores de referência. Este Quadro TAH-CF foi desenvolvido em linha com o Quadro Europeu de Qualificações (EQF) e a Recomendação 2009/C 155/02 (Sistema Europeu de Créditos para o Ensino e Formação Profissional – ECVET). Desenvolvido inicialmente em 2019, o Quadro TAH-CF foi posteriormente atualizado em 2022 e sofreu uma revisão significativa em 2023. Esta última modificação marcou a transição do modelo baseado nas “4 Dimensões de Competências” para a nova abordagem do “Ciclo de Competências”. Competências". Habilidades".

Link de referência: https://www.itinerariesperienziali.it/quadro-delle-competenze-del-turismo-delle-arti-e-del-patrimonio-culturale/

3)  Mapa Arqueológico Multimídia da Sicília (CAMS)

O mapa é substancialmente um arquivo georreferenciado, multitemático e multiterritorial que inclui atualmente cerca de 4.000 sítios arqueológicos catalogados e georreferenciados.

Link de referência: https://www.lasiciliainrete.it/archivio-patrimonio-archeologico-di-sicilia/

4) Caminhos Antigos e Itinerários Históricos da Sicília

O projeto "Caminhos Antigos e Itinerários Históricos da Sicília" tem um duplo objetivo:

  1. Catalogar os caminhos antigos e itinerários históricos da Sicília, fornecendo suporte para a identificação de rotas pedestres, experienciais e de ecomuseus que refletem fielmente as rotas antigas.
  2. Criar o 'Mapa Multimídia de Itinerários Experienciais' (CMIE), um mapa interativo que associa percursos pedestres, vivenciais e ecomuseais a percursos históricos.

O projeto assenta em quatro pilares fundamentais:

    • Bibliografia: Pesquisa baseada em diversas fontes, incluindo trabalhos de estudiosos renomados como Tommaso Fazello, Biagio Pace, Michele Amari, Adolfo Holm, Giovanni Uggeri e outros.
    • Cartografia: Análise de mapas antigos, atualmente mais de 20 mapas estão disponíveis online para a comunidade.
    • arqueologia: Criação do primeiro Mapa Arqueológico Multimídia da Sicília (CAMS), que inclui mais de 3.500 sítios arqueológicos.
    • Compartilhamento e Transparência: Publicação online de resultados de estudos, incluindo detalhes sobre fontes, metodologia científica e processos de identificação de caminhos, disponíveis em tempo real para a comunidade científica e o público em geral.

Actualmente, foram mapeados mais de 3.500 km de caminhos, abrangendo as principais rotas gregas, romanas e outras rotas históricas. Estas rotas, segundo os estudos de Biagio Pace e citações de Paolo Orsi, remontam em muitos locais a populações antigas como os Siculi, Sicani, Elimi e outras civilizações pré-históricas.

Link de referência:  https://www.lasiciliainrete.it/antichi-cammini-e-itinerari-di-sicilia/

5) Turismo Experiencial e Interpretação do Património Cultural 

Tal como sublinhado por Pine e Gilmore em 1999, estamos a viver uma transição da economia de serviços para uma economia baseada na experiência. Esta mudança afecta não só o turismo e a cultura, mas também o marketing de serviços e produtos. Consequentemente, empresas e profissionais devem se preparar para a “Transição Experiencial” para oferecer produtos e serviços como experiências únicas. Além disso, é essencial promover métodos inovadores e holísticos para a valorização do Património Cultural, muitas vezes considerado a base de muitas experiências, respeitando simultaneamente a proteção e o desenvolvimento sustentável.

O projeto nasceu, portanto, como resposta à Transição Experiencial em curso e tem os seguintes objetivos:

  • Promover e potenciar a Cultura Experiencial e de Qualidade e facilitar a transição das empresas e da sociedade para uma economia experiencial (Experiencial Transition)
  • Promover e potenciar competências experienciais nas áreas do turismo, cultura, entretenimento e comércio
  • Promover ferramentas inovadoras e holísticas para a promoção, valorização e proteção do Património Cultural

Para atingir esses objetivos, várias iniciativas foram ativadas:

Link de referência: https://www.itinerariesperienziali.it/progetto-turismo-esperienziale-e-interpretazione-del-patrimonio-culturale/

 

Outros subprojetos:

6) Projeto Patrimônio da UNESCO

O Projeto visa catalogar e representar através de um Arquivo “GeoSocial” multitemático e territorial, os sítios com reconhecimento da área mediterrânea pela UNESCO.

O projeto está hospedado no site www.patrimoniounesco.it 

7) Projeto de Eventos Patrimoniais

O projeto encontra-se atualmente suspenso, aguardando um contexto adequado que permita a sua retomada, eis o que foi feito no passado:

Eventos Patrimoniais

Compartilhe compartilhe
Partilhar
Partilhar