H1: Arquivo do Patrimônio

O projeto “Arquivo do Patrimônio” nasceu de uma ideia de Ignazio Caloggero que estabeleceu o primeiro Arquivo do Patrimônio em 1995 (Primeira Geração) e em sua versão atual (Quinta Geração), constitui o primeiro Arquivo Cultural "GeoSocial", multitemático e territorial, contendo os bens do Património Cultural Material (património cultural histórico-artístico, património paisagístico e natural) e Imaterial (tradição, folclore, arte, gastronomia e vinhos, artesanato típico ) da Sicília e Malta

O Arquivo possui as seguintes características:

  • GeoWeb: Informações sobre mapas interativos georreferenciados do Google, localização e identificação do caminho para chegar ao imóvel (quando pertinente). Alguns ativos também são visíveis no Street view, portanto, com uma visão de 360 ​​° do contexto em que o ativo está localizado.
  • redes sociais: Cartões interativos contendo textos, imagens, vídeos e documentos em profundidade e com possibilidade de inserção de resenhas, experiências. votação, comentários e compartilhamento em várias redes sociais.
  • Multi temático e Multi territorialO arquivo permite a visualização em páginas web de instâncias temáticas e / ou territoriais únicas. Ao atribuir novas categorias e tags, é possível criar um número ilimitado de visualizações temáticas.
  • Busca Avançada: por palavras-chave, frases (texto completo), cidades, lugares, localizações ou áreas geográficas escolhidas pelo usuário, localização física do usuário, categorias, subcategorias e tags
  • WikiWeb: possibilidade de gestão autônoma dos cartões pelos próprios autores ou colaboradores
  • Multilíngue: o inovador sistema de tradução automática neural é usado.

O arquivo Heritage não é uma simples lista de ativos que podem ser visualizados em um mapa, mas consiste em um banco de dados de nova geração com cartões contendo imagens e, muitas vezes, também vídeos e documentos aprofundados. Além disso, os cartões são interativos e sociais, os usuários podem interagir inserindo votos, comentários, avaliações, experiências e mensagens pessoais aos autores. Eles também podem compartilhar tudo nas principais redes sociais. Quando relevante, o cartão incorpora o Street View permitindo uma visão de 360 ​​° do contexto em que o ativo está localizado e do caminho necessário para alcançar os ativos individuais. Do arquivo é possível obter inúmeros subarquivos, tanto de carácter territorial (províncias e municípios) como temáticos (natureza, arqueologia, mitos e lendas, registos REI e LIM, comida e vinho, bens vinculados, etc.)

Por que é importante criar um Arquivo do Patrimônio Cultural (tangível e intangível) o mais amplo possível? Simples, cada componente do patrimônio cultural, isoladamente ou em conjunto com outros componentes, é ou poderá vir a se tornar, no futuro, objeto de interesse turístico. O que hoje pode parecer um elemento de pouco interesse, com as ideias e combinações certas, pode vir a ser, no futuro, por exemplo: uma célula de “ecomuseu”, um lugar de memória, ou mesmo contribuir para enriquecer as “atracções” de um destino turístico se para não se tornar uma atração em si. Em alguns casos, também ajuda a compreender e identificar alguns aspectos do território, incluindo os antigos caminhos sicilianos, gregos, romanos e bizantinos, pois a catalogação e visualização de sítios arqueológicos certamente ajuda a identificar melhor algumas peculiaridades dos caminhos antigos.

***

Conhecendo o Heritage Archive - Parte Um: Significado de GeoWeb e SocialWeb

Conhecendo o Arquivo Patrimonial - Parte II: Multitemática e territorial

Conhecendo o Arquivo Patrimonial - Parte Três: Pesquisa Avançada e Uso de Filtros

Graças à subdivisão em categorias e um sistema de filtros, o arquivo global pode ser dividido em uma miríade de subarquivos territoriais e temáticos, alguns já criados, outros podem ser ativados simplesmente inserindo novas categorias e tags aos ativos já inseridos. Aqui está uma lista de arquivos e subarquivos que podem ser visualizados, mesmo individualmente:

  • Arquivos territoriais (arquivos globais e temáticos a nível provincial e municipal)

Arquivos temáticos:

  • Arquivo do Patrimônio Natural (global) que, por sua vez, pode ser dividido em:
    • Arquivo Geosites
    • Arquivo de Árvores Monumentais
    • Arquivo de áreas equipadas do estado
    • Arquivo de sites Natura 2000
    • Arquivo de Reservas e Áreas Marinhas Protegidas
    • Arquivo de Praias
  • Arquivo do Patrimônio Material (global) que por sua vez pode ser dividido em:
    • Arquivo de Monumentos
    • Arquivo de castelos e fortalezas
    • Arquivo de patrimônio restrito
    • Arquivo Arqueológico
    • Arquivo do Museu
    • Arquivo do Barroco
    • Arquivo Liberty
    • Arquivo de casemates, bunkers e postos militares
  • Arquivo de Patrimônio Imaterial (global) que por sua vez pode ser dividido em:
    • Arquivo de mitos e lendas
    • Arquivo REIS: Registro de patrimônio imaterial da Sicília
    • Arquivo LIM: lugares de identidade e memória
    • Arquivo Histórico
    • Arquivo da herança de alimentos e vinhos (global)
    • Arquivo de Produtos Agroalimentares Tradicionais (PAT)

Além disso, todos os ativos têm subdivisões adicionais em:

  • Todos os ativos
  • Bens em destaque (bens de interesse turístico e cultural específico)
  • Excelência (bens de extremo interesse turístico e cultural)

Estado da arte: No momento (janeiro de 2022), o arquivo contém cerca de 10.000 bens e locais de interesse cultural. A meta declarada é chegar a 12.000 mercadorias até 2022.

O preenchimento dos arquivos do Arquivo do Patrimônio procede por fases incrementais: catalogação, georreferenciamento, inserção das primeiras informações e imagens, inserção das contribuições posteriores que permitem o aprimoramento e enriquecimento das informações inseridas na primeira fase.

O arquivo está hospedado neste portal e acessível a toda a comunidade visitando a área dedicada Arquivo do patrimônio,  quer através de vistas territoriais detalhadas ou temáticas apresentadas belas várias áreas do portal com base no contexto específico da mesma área.

Compartilhe compartilhe
Partilhar
Partilhar