Geossítios 

curadoria de Ignazio Caloggero


Grotta Monello - Siracusa (web)

Algumas definições

Geossítio: localidade, área ou território em que é possível identificar um interesse geológico ou geomorfológico para conservação. ” (WAP Wimbledon, 1996)

Geossítio: Elemento, localidade ou território que apresenta, do ponto de vista geológico e geomorfológico, características que o qualificam como local de interesse científico e ambiental de forma a promover a sua conservação (Enciclopédia Treccani).

Geossítios: localidades ou territórios onde um interesse pode ser encontrado geológico, geomorfológico, paleontológico, mineralógico o outros interesses ligados à natureza geológica dos locais e que, tendo valor científico / ambiental reconhecido, devem ser preservados com normas de proteção específicas (Art. 1 DA 289 / GAB de 20.07.2016 Região da Sicília)

Iniciativas de catalogação de geossítios

Geossítios
Projecto nascido em 1996 pela Associação Europeia para a Conservação do Património Geológico (ProGEO) e porUnião Internacional de Ciências Geológicas (IUGS), a fim de produzir um inventário e uma base de dados sistematicamente compilados e atualizados de sítios geológicos e geomorfológicos significativos a nível europeu e mundial. No que diz respeito à classificação, as seguintes categorias de locais são normalmente utilizadas no projeto de Geossítios: estratigráfico, paleoambiental, paleobiológico, petrográfico, mineralógico, econômico, estrutural, continental / oceânico, relacional, submarino, geomorfológico e outros.

Link do programa europeu "ProGeo: http://www.progeo.ngo/

Inventário Nacional de Geossítios
Projeto nascido em 2002, visa realizar o inventário de geossítios a nível nacional para que se torne uma ferramenta útil tanto para o conhecimento geológico do nosso território, tanto para o ordenamento do território como para a proteção paisagística-ambiental. Até o momento, o inventário inclui cerca de 3000 geossítios cadastrados em território nacional. O inventário é gerido por uma geodatabase publicada no site do ISPRA e que pode ser consultada gratuitamente.

Link do Inventário Nacional de Geossítios: http://sgi.isprambiente.it/GeositiWeb/Default.aspx

Catálogo regional dos geossítios da Sicília 

Com LR 25 de 2012 "Regras para o reconhecimento, catalogação e proteção de geossítios na Sicília", É estabelecido o Catálogo Regional de Geossítios da Sicília. O Catálogo Regional de Geossítios da Sicília é um banco de dados, gerado mediante o arquivamento e posterior devolução no Sistema de Informação Geográfica, de informações sobre:

  • Geossítios (GEO): Geossítios estabelecidos por decreto específico
  • Locais de interesse geológico (GIS): - locais de reconhecido interesse científico que serão progressivamente estabelecidos;
    • Relatado
    • Proposto
    • Inventariada
  • Locais de atenção (SdA): sítios cujos requisitos de raridade e representatividade devem ser confirmados por estudos científicos e percepções a serem posteriormente incluídos entre os "Sítios de interesse geológico".

O termo “Geossítio” é reservado, pelo decreto DA 289 / GAB de 20.07.2016, apenas para aqueles “Sítios de interesse geológico” que sejam constituídos por portaria específica.

Nota: As siglas GEO, SIG e Sda foram inseridas por mim para simplificação e serão usadas na plataforma La Sicilia in Rete e no Arquivo do Patrimônio

Em síntese, o Decreto DA 289 / GAB de 20.07.2016 além de definir os referidos procedimentos, esclarece alguns conceitos e aprova uma primeira lista de cerca de 350 "Locais de interesse geológico". Estes são divididos em "relatados", "propostos" e "inventariados", em função de um grau crescente de informação, e são catalogados com base no interesse científico e no grau de interesse (Mundial, Nacional, Regional e Local). A arte. 4 do decreto descreve as atividades não permitidas na área do Geossítio. enquanto o artigo 5 indica as atividades permitidas. Os artigos 6 e 7, respectivamente, indicam as atividades não permitidas e permitidas na eventual zona de amortecimento. O último artigo 9º indica as atividades de controle e as penalidades aplicadas em caso de descumprimento do decreto.

Relatamos o artigo 4º do Decreto, para os detalhes e a lista regional de sítios de interesse geológico consulte o Decreto 289/2016 com a lista de cerca de 350 sítios de interesse geológico

A lista de sítios de interesse geológico também foi atualizada com o DE 238 de 28 de junho de 2018, para detalhes, consulte o Anexo 1 deste decreto: Anexo 1 DA 238_2018

arte. 4 Atividades não permitidas na área do Geossítio

  1. Na área do Geossítio, nos termos do anterior artigo 1.º, n.º 5, sem prejuízo da regulamentação em vigor sobre a protecção do património cultural e ambiental, a protecção do solo, o atividades que possam comprometer a integridade e a dinâmica dos ambientes naturais são proibidas. Em particular, não é permitido:
    1. alterar a morfologia do terreno ou o estado dos locais;
    2. remover ou danificar afloramentos rochosos, concreções, fósseis, achados paleontológicos e achados de qualquer natureza, mesmo que ocorram em fragmentos superficiais soltos;
    3. alterar o regime de água;
    4. abrir pedreiras e minas e realizar atividades de mineração;
    5. criar aterros sanitários e qualquer outra planta de eliminação de resíduos, bem como descarregar qualquer outro material sólido ou líquido no solo;
    6. construir novos edifícios;
    7. criar novas estradas, bem como fazer mudanças planas-altimétricas tipológicas e formais nas existentes;
    8. criar novas linhas de transmissão, aquedutos, linhas telefônicas e sistemas tecnológicos de rede;
    9. afixar sinais não relacionados ao Geossítio;
    10. demolir e reconstruir edifícios
  2. Além das vedações a que se refere o parágrafo anterior, o decreto para a constituição de Geossítio poderá prever regras específicas de proteção em função da peculiaridade do indivíduo.
  3. Em condições estritamente circunscritas relativas a problemas específicos, a pedido da Direcção Regional do Território e Ambiente - Direcção Regional do Ambiente por parte do organismo territorialmente competente, podem ser introduzidas eventuais excepções às referidas proibições com medidas administrativas específicas, mediante parecer favorável da Comissão Técnico-Científica.

Um aspecto a ser levado em consideração na classificação dos geossítios é a sua forma que pode ser:

  • Pontual: se você estiver interessado em um lugar pontual (por exemplo, caverna, abismo, etc.)
  • Linear: se afetar uma faixa estreita de terra (por exemplo, desfiladeiro, desfiladeiro, etc.) 
  • Areal: se cobrir toda uma área (vale ou conjunto de vales, mina, cachoeira, etc.), 

Outro aspecto que é levado em consideração na fase de catalogação de Geossítios é o interesse científico e / ou turístico / cultural.

Abaixo está uma lista de casos indicados no folha para o inventário de geossítios italianos elaborado pelo ISPRA (Instituto Superior de Proteção e Pesquisa Ambiental: 

Interesse científico:

      • GEOGRÁFICO
      • HIDROGEOLÓGICO
      • PETROGRÁFICO
      • GEOLOGIA MARINHA
      • MINERALÓGICA
      • SEDIMENTOLÓGICO
        GEOLOGIA ESTRATIGRÁFICA
      • NATURALISTA
      • VOLCANOLÓGICO
        GEOMINERÁRIO
      • PALEONTOLÓGICO
      • GEOMORFOLÓGICO
      • PEDOLÓGICO

Outro tipo de interesse: 

      • CULTURAL
      • EDUCACIONAL
      • CAMINHADA
      • HISTÓRICO
      • NATURALISTA
      • PANORAMA
      • ARQUEOLÓGICO
      • ARQUITETURA
      • OUTRAS

Legislação de referência (Sicília)

A lista de Geossítios pode ser encontrada no site regional da ARTA "Geossítios Estabelecidos"

Em nosso portal você pode consultar:

Mapa interativo contendo dados do Catálogo Regional de Geossítios da Sicília

Arquivo de Geosites (em construção)

 

Compartilhe compartilhe
Partilhe

Comentários Facebook

Compartilhe este post

Deixe um comentário

Partilhe